Vasectomia

A vasectomia é a cirurgia recomendada para homens que não querem mais ter filhos. O procedimento é realizado por um urologista no consultório médico, sob anestesia local, e dura cerca de 20 minutos.

Durante a cirurgia o médico corta os canais deferentes que conduzem os espermatozóides dos testículos até o pênis. Desta forma, os espermatozóides não são liberados durante a ejaculação e, por isso, o óvulo não pode ser fecundado, evitando a gravidez.

Agora, e se a pessoa se arrepender da decisão? É possível ainda ter um filho biológico?

Sim! 

Para esses casos temos duas alternativas:realizar uma cirurgia para reversão da vasectomia ou  optar pela fertilização in vitro com Injeção Intracitoplasmática de Espermatozóides. Conhecida pela sigla FIV/ICSI, a injeção é aplicada após aspiração de espermatozóides do epidídimo.

A coleta dos espermatozóides, que normalmente seria feita através da ejaculação por masturbação, acontece por procedimentos cirúrgicos que chamamos de extração diretamente do epidídimo, local onde ficar armazenados os espermatozoides. Chamamos esse procedimento de PESA. Realizado com uma sedação para que o homem não tenha dor durante o procedimento.

Depois de coletados, os espermatozóides são preparados em laboratório e em seguida injetados nos óvulos para que ocorra a fertilização. 

A FIV/ICSI associada à aspiração dos espermatozóides do epidídimo tem resultados de gravidez bem parecidos com a fertilização in vitro habitual. Os números variam de 20% a 55%, e dependem  principalmente da de fatores como a idade da mulher que fará a gestação.

A decisão de qual procedimento será realizado vai levar em conta diversos fatores como a idade da mulher, a saúde das tubas uterinas, a reserva ovariana, tamanho dos testículos, entre outros. Por isso, somente uma avaliação detalhada e individualizada poderá definir a melhor estratégia para cada casal.

Fonte Imagem: Fertilização foto criado por freepik – br.freepik.com